Total de visualizações de página

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Tendência: A estética da moda inspirada no Candomblé.

         

O Brasil é um país muito místico, trazendo na sua formação histórica e sócio-cultural várias influências religiosas e culturais, pois fomos colonizados por europeus e africanos, já fomos uma nação com maior influência da religião católica, mas hoje somos influenciados por várias religiões e o poder e a influência das religiões de matrizes africanas se fazem tão presentes nos nossos costumes. A fé é um importante elemento de nossa cultura e as raízes africanas estão presentes no nosso dia a dia, seja na forma de vestir, nos pratos típicos e até na moda, onde muitos traços da cultura africana inspiram artistas e estilistas de moda.




O candomblé é uma religião animista,originária da Nigéria e do Benin, e que foi trazida pelos escravos para o Brasil no período do Brasil-Colônia, onde as divindades, os orixás, são cultuados com batuques, comidas e cores, sempre usando elementos da preferência de cada orixá, como branco para saudar Oxalá e alguidares (vasos de cerâmicas) com oferendas. Diante de tantos elementos e cores, muitos estilistas sempre se inspiram no universo das religiões afro-brasileiras para expressarem o seu olhar nas passarelas, mostrando a riquíssima cultura africana e a sua influência na forma de vestir.

             Confira abaixo os orixás que inspiram a moda e a coleção de muitos estilistas:



Oxum: Deusa das águas doces, rios e cachoeiras, generosa, protetora e a mais bela do candomblé, cheia de sensualidade.Assim, como a sua cor é o amarelo ouro,se quiser a sua proteção, use sempre cores como amarelo e dourado e o seu dia para reverenciá-la é o sábado, pedindo amor,riqueza e fecundidade.





Yansã: É a rainha dos raios e ventanias, guerreira que luta pela sua felicidade e batalha pelo seu espaço, apresenta-se forte e poderosa, por isso suas cores também são fortes e quentes como vermelho e o marrom. A mulher que é regida por Yansã deve sempre usar o vermelho e o marron e o seu dia para reverenciá-la é a quarta-feira.





Yemanjá: É a rainha das águas,rios e do mar, espelho do mundo, mãe de todos, assim é a definição deste orixá que rege as águas e que tanto saudamos na passagem do ano. Por ser uma divindade que reina nas águas, suas cores são o azul, prata, branco e rosa, por ser mãe soberana, use e abuse de vestidos soltos nas cores azul e branco e o seu dia é o sábado.





Nanã: Deusa dos mistérios que sintetiza morte, fecundidade e riqueza, por ser a mais antigas das águas, ela representa a memória.Sendo assim, suas cores são o anil,branco e o roxo, simbolizando o fim e o início de vários ciclos como vida e morte e o seu dia é a terça-feira.




Obá: É uma guerreira forte, determinada e centralizadora, mas raramente se manifesta, usa escudo e espada, pois não teme qualquer batalha. Suas cores são o vermelho, amarelo e o marrom que caracteriza a sua personalidade marcante, e o seu dia é a quarta-feira.


A moda inspirada na cultura africana sempre trouxe muitas estampas geométricas, desenhos de elementos da cultura afro e , ultimamente, vem usando as cores em preto e branco, tanto em roupas como em alguns acessórios.Ainda assim, muitos estilistas já apontam uma forte tendência inspirada no candomblé e na magia dos seus orixás, trazendo mais cores quentes e incorporando acessórios como patuás e colares de contas que tanto enfeitam os seus orixás.




Um comentário :